Refúgio: Micro-vida (Português)

Uma função também muito relevante que um refúgio pode ter num aquário é a de poder acumular imensos micro-organismos que são muito importantes nas mais diversas vertentes. Estes alimentam-se de algas e detritos portanto ajudam a manter o aquário limpo e ao mesmo tempo alguns desses micro-organismos vao soltando-se do refúgio e indo parar ao aquário onde vão servir de alimento vivo aos peixes.
Tal como tinha dito no artigo anterior sobre a função de um refúgio a macro-alga Chaetomorpha devido á sua forma de crescimento e natureza permite que centenas de micro-organismos se refugiem nela.

Como a Chaetomorpha se caracteriza por um forte crescimento a cada 2/3 semanas existe a necessidade de remover parte do seu crescimento excessivo e é nestas alturas que se consegue identificar e verificar que ela acumula uma enorme quantidade de micro-organismos.

Para demonstrar esse facto fiz dois pequenos vídeos (resolução de 360p e 480p) onde é possível observar a quantidade de micro-organismos que encontrei na Chaetomorpha removida:

É possivel observar:

  • Lesmas
  • Worms
  • Snails
  • Mysis
  • Ofiurídeos

Claro que no final voltei a colocar todos esses micro-organismos de volta no refúgio devido à sua importância para manutenção de um aquário de recife a longo prazo e da forma mais natural possível.

Anúncios