Aquario: 2 anos depois…. (parte 2)

Neste √ļltimo ano foi um ano de altos e baixos estando neste momento o aqu√°rio a recuperar de uma carga¬†org√Ęnica¬†excessiva entre outros¬†desequil√≠brios¬†qu√≠micos que provocou baixas a n√≠vel dos SPS e que felizmente n√£o afectou peixes, lps, zoanthus, ricordeas, etc

A n√≠vel de novos peixes neste momento o aqu√°rio est√°¬†j√°¬†na sua capacidade m√°xima e n√£o vai entrar mais nenhum peixe porque¬†j√°¬†entraram os peixes que estavam previstos entrar.¬†Comprei um UV de 36W e desde ent√£o ja entraram muitos peixes no aqu√°rio e nunca mais morreu nenhum peixe. Ou melhor morreram 2 peixes que saltaram fora do aqu√°rio porque tenho a √°gua a 3cm do topo do vidro. Ao 1¬ļ peixe h√° uns 6 meses ok deixei passar (era um hepatus enorme ja com mais de 1 ano), h√° 3 semanas foi 1 Pyramid lind√≠ssimo e grande que tamb√©m saltou novamente. Na semana passada pus 1 regua de acrilico √° volta do aqu√°rio que vai 4cm para dentro para evitar os saltos fora de aqu√°rio junto ao vidro que costumam ser 90% dos casos.

Como é possível observar ficou low profile não interferindo muito com a estética do aquário e espero que não volte a ter novos acidentes com esta protecção. Consegui fazer á medida solicitando a sua construção junto da CoralSea.

Para estrelizar a água e ajudar o escumador na sua função acabei por colocar um ozonizador TMC V2 O3 ozone que neste momento está ajustado para debitar 50mg de ozono durante 8h + 8h por dia ligado ao escumador. O ozonizador tem ligado um pedra de difusora de madeira onde ele puxa o ar e serve para secar o ar.

Notei uma grande melhoria a nível de:

  • Claridade da √°gua que passou a estar mais l√≠mpida. Perde a tonalidade que por vezes costuma ter e torna-a transparente,
  • O escumador tira maior quantidade de res√≠duos assim que o ozonizador entra em fun√ß√£o;
  • Subiu o n√≠vel de ORP da √°gua;
  • Como a √°gua ficou mais clara a luz penetra melhor no aqu√°rio e chega mais luz aos corais;

No geral estou muito satisfeito com a utiliza√ß√£o do ozonizador e neste momento¬†j√°¬†√© um equipamento que para mim se tornou¬†indispens√°vel. Aconselho vivamente ao seu uso desde que com as devidas precau√ß√Ķes porque pode tornar-se perigoso para todo o aqu√°rio e at√© mesmo para os seres humanos se n√£o for controlado. At√© ao momento n√£o tenho qualquer inten√ß√£o de o desligar nem nunca tive qualquer acidente com ele o objectivo √© continuar a funcionar no entanto fa√ßo quest√£o de estar sobre olho para caso exista alguma eventualidade problem√°tica.

Inícialmente nao tinha um controlador de ORP, mas com o receio que isso pudesse mais tarde gerar algum problema e por tar as escuras a nível de ORP, comprei um controlador de PH/ORP que mostra e controla estes 2 parametros. Este controlador é bastante famoso no ebay e acabei por escolher o modelo PH-803:

Permite igualmente ajustar o nível de PH e ORP a que queremos que ele desligue determinado equipamento. Por exemplo se puser o ORP nos 450mv em chegando a este valor ele desliga o ozonizador. Possui também líquidos para calibração do PH.

Finalmente acabei por trocar o velhinho Deltec APF600 por um Deltec TC 2560 externo num bom negócio que acabei por adequirir junto do Fragário do Norte:

Como √© poss√≠vel observar o tubo que desce do lado direito vai ligar ao ozonizador. No entanto existe um “T” para o escumador puxar ar normal e ar com O3(ozono).

O Deltec APF600¬†¬†funcionou durante 2 anos ininterruptamente 24h dia 365 dias ano e nunca precisou do que quer que seja, ficou xeio de coralina por todos os lados (nem se via o plastico da bomba) mesmo no tubo central tamb√©m e sempre a funcionar silencioso e perfeito. Sem d√ļvida uma m√°quina de guerra e espero que este novo Deltec n√£o se fique atr√°s do APF600 nesse aspecto.

Até ao momento tem se comportado muito bem, é muito maior e tem uma escumação muito superior e ao ser externo permitiu-me coloca-lo fora do aquário de modo a libertar-me um grande espaço na Sump. A alimenta-lo está uma bomba Sycce Sycra Silent de 4000 l/h. Os escumadores externos também são mais fáceis de regular porque nao dependem da altura na água na sump e em caso de falha de electricidade não se desregulam. A desvantagem é que tem que usar uma bomba externa a alimentar o mesmo em vez de utilizar uma só bomba apesar que ao utilizar 2 bombas (1 a meter água e outra a gerar a espuma) permite uma escumação maior.

A troca para um escumador maior derivou do facto do aqu√°rio passado mais de 2 anos come√ßar a ficar “velho”, isto √©, toda a acumula√ß√£o de detritos e toda a carga¬†org√Ęnica (sendo que tenho bastantes peixes) com o tempo vai aumentando e o APF600 ja n√£o conseguia dar conta do recado. Quando o aqu√°rio √© novo ou ha um restart nunca senti necessidade de mudar de escumador mas com o passar do tempo a coisa muda de figura. O facto de ter areia tamb√©m n√£o ajuda a este facto e de talvez n√£o ter o layout ou circula√ß√£o mais apropriada tamb√©m influencia.¬†Obviamente que quem n√£o tem areia e a n√≠vel de layout tem uma coisa mais leve a acumula√ß√£o de detritos passa a ser nula, mas isso s√£o escolhas. N√£o ta previsto alterar o layout ou tirar toda a areia. No m√°ximo retiraria alguma areia e tiraria 1 ou outra pedra para ficar mais light mas isso tamb√©m n√£o ia diminuir os factores de risco que falei portanto em princ√≠pio ser√° para manter como est√° enquanto continuar a funcionar.

Se repararem nas fotos ainda existem algumas cianos ou algas mas que t√™m estado a perder g√°s com o passar do tempo. Neste momento vou deixar o escumador ajudado com o ozonizador a fazer o seu servi√ßo e ver se n√£o preciso tomar medidas mais dr√°sticas (em principio n√£o √©¬†s√≥¬†deixar seguir o barco). Em √ļltimo caso terei que ver outra t√°ctica para atacar a carga¬†org√Ęnica¬†e o facto do aqu√°rio ir envelhecendo. (ideias?)

A meu ver quando um aquário é novo e está limpo é fácil manter um aquário de topo com SPS, LPS, peixes, etc mas quando os anos começam a passar manter um aquário de topo assim sem pelo meio tomar medidas drásticas torna-se extremamente complicado. (basta ver no fórum a quantidade de resets e desmontagens e posteriores montagens que existem de x em x tempo) Por medidas drásticas falo em tirar o areão todo fora ou tirar as rochas todas fora e lavar, alterar o layout totalmente, etc etc

Mantem-se o uso de Chaetomorpha e Mangues (que estão enormes) assim como de carvão activado que fica dentro do filterbag. Passei a colocar também uma resina anti fosfatos. Mantem-se também o balling com a 4ª bomba a adicionar Trace ellements da Koral Zuch a complementar o balling light.

UV + Ozono √© bom porque por um lado deixa-me a agua esteril mas por outro lado mata-me as bact√©rias… √© preciso tentar encontrar um equil√≠brio que ainda ando a tentar encontrar porque tenho muitos peixes e meter o UV a 12h em vez de 24h deixa-me receoso que comece algum surto e me fa√ßa uma razia nos peixes.

Aqui fica agora uma foto da Sump:

O objectivo é colocar do lado esquerdo do aquário um móvel e colocar la dentro o escumador assim como a GHL com os liquidos de balling, assim como o ozonizador, controlador ORP, o controlador de temperatura de modo a libertar ainda mais a Sump e ficar só o UV meio ao pendurão do lado direito :p

Já chega de conversa, segue um video tirado do telemóvel ( HD 720p/1080p) assim como algumas fotos tiradas também com o telemóvel :p

Visit us on

Sun Coral @ Day Light (Português)

Depois de um artigo sobre este coral ficam agora umas fotos e video (resolução de 360p e 480p) do mesmo totalmente aberto com as luzes ligadas:

Video:

√Ȭ†poss√≠vel¬†observar que o coral mesmo com luz directa, com o tempo ele vai-se habituando a tolerar a mesma. Se for alimentado sempre a uma determinada hora ele tamb√©m vai abrir sempre nesse¬†per√≠odo¬†a espera de ser alimentado.

A alimentação geralmente consiste na seguinte formula:

  • Junto num recipiente TMC Nutraplus + rotiferos e cyclops congelados + Cyclop-eeze;
  • Coloco alguma √°gua salgada e misturo tudo ate ficar tudo uniforme;
  • Com uma pipeta administro directamente no Sun Coral assim como todos os LPS e os pr√≥prios SPS tb v√£o apanhando.

No entanto também alimento de vez em quando o Sun Coral e os LPS com artémia e mysis congelado.

Visit us on

Sun Coral (Português)

Quando as luzes se desligam nasce um novo Sol no aqu√°rio:

Este coral Tubastrea aurea, também conhecido como Sun Coral pertence á categoria dos NPS (non photosintetic coral) porque não possuiu a alga simbiótica que permita fazer fotossíntese. Assim sendo ele necessita de ser alimentado pólipo a pólipo de  modo a poder manter este coral no aquário.

Neste video é possível ver como é feita a sua alimentação:

Também é possível remover o coral para um balde e alimentar fora do aquário dentro do balde. No entanto o importante é ir alimentado o coral regularmente (1-2-3x por semana dependendo da quantidade).

Visit us on

Fotos Aquário de Junho 2010 (Português)

Aqui ficam algumas gerais, desta vez com tudo ligeiramente mais arrumado, apesar de ainda haver muitos corais por colar e colocar no sitio correcto:

Visit us on

Fotos Aquário de Maio 2010 (2) (Português)

Mais algumas Macros de alguns peixes e corais, desta vez de 30 Maio (link para LiveAquária para consultar características):

Visit us on

Fotos Aquário de Maio 2010 (Português)

Como ainda não tinha colocado nenhumas fotos do aquário, coloco agora estas fotos ja de 8 Maio. No entanto certamente mais tarde colocarei outras fotos com a evolução do aquário até chegar a este ponto.
Aqui ficam algumas fotos:

  • Gerais

Visit us on

Unidade Osmose Inversa RO/DI ‚Äď Aquili NPS¬†(Portugu√™s)

Um sistema igualmente muito importante e que contribui para a qualidade da água que entra dentro do aquário é o uso de uma unidade de osmose inversa. A principal função deste tipo de unidades é a de purificar a água que vem de rede da casa de modo a entrar no aquário livre de detritos ou contaminantes.

A unidade que está em análise nesta review é uma unidade de fabrico Italiano da Aquili e é o Kit RO Classic NPS.

Existe um suporte que permite a sua fixação a uma tábua de modo a ficar na vertical e suspensa por esse suporte tal como está na foto. O sistema pode ser montado na parte de baixo de um lavatório dentro de um armário.

Nesta situação ela está a produzir água para um Jerrican com 30L de capacidade:

Esta unidade consegue produzir diariamente 190 litros de água e apesar de ser das unidades mais baratas do mercado possui todas as principais fases de uma boa unidade de osmose. Dai ela ser RO/DI. Assim vamos ter:

  • Activated Carbon
  • Sediment Cartridge
  • Osmotic membrane with capacity of treating 50 gallons (190L) per day
  • NO3 – PO4 – SiO2 Filter

Regularmente deve ser feita uma inspecção visual e a membrana nunca deve ficar sem água, isto é, pode-se parar a água mas deve-se manter a unidade na posição em que está nas fotos de modo a que a membrana nunca perca a água que possui la dentro e sece porque isso iria estragar a membrana de osmose. Esta membrana normalmente tem uma durabilidade de vários anos (+5 anos).

Já os vários filtros têm uma durabilidade de 1500 gallon (5678 litros) Р3000 gallon (11356 litros) dependendo do filtro.

Um¬†par√Ęmetro¬†cr√≠tico deste tipo de unidades √© o¬†R√°cio¬†que se¬†obt√©m¬†de ” √°gua suja : √°gua limpa”. Esta unidade de origem possuiu um racio de 4:1 – 3:1. Este tipo de r√°cio √© bastante elevado e de modo a poder contrariar esta situa√ß√£o encontrei uma pequena pe√ßa que se coloca na¬†sa√≠da¬†para o esgoto que permite melhorar o r√°cio conforme se regula. Actualmente o r√°cio que tenho √© de 1,8:1 e¬†melhorou¬†substancialmente este parametro.

Finalmente aqui fica o comparativo entre a √°gua que a unidade de osmose processa e a √°gua da rede que nos usamos no dia-dia com um medidor de TDS:

Visit us on